Perguntas e Respostas

Quem corre o maior risco de desenvolver o câncer de intestino?

  • Pessoas com história familiar de pólipos, câncer colorretal ou ginecológico (mama, ovário e útero).
  • Pessoas com uma dieta pobre em fibras, rica em gordura, com grandes quantidades de conservas ou aditivos químicos.
  • Pessoas sedentárias, fumantes e obesos.
  • pessoas com síndromes genéticas.

O que é pólipo?

Pólipo é uma lesão nodular na parede interna do intestino, encontrada com frequência em pessoas após os 50 anos de idade, e pode vir a se tornar um câncer em um processo que leva de 5 a 15 anos. A colonoscopia pode detectar e remover a maior parte dos pólipos do intestino grosso, impedindo a evolução para o câncer.

 

Quais os sintomas?

Os sintomas mais comuns associados ao câncer de intestino são:

  • Sangue nas fezes.
  • Mudanças recentes nos hábitos intestinais.
  • Sensação de evacuação incompleta.
  • Cansaço ou fadiga inexplicável.
  • Dores abdominais.
  • Perda inesperada e repentina de peso.

Atenção, pois o câncer colorretal pode se desenvolver silenciosamente por um tempo, sem apresentar nenhum sintoma.

 

Tem cura?

O câncer do intestino, também conhecido como câncer colorretal, é altamente curável, especialmente quando diagnosticado cedo, por isso é importante fazer exames. A cirurgia, associada algumas vezes à quimioterapia e radioterapia, é usada como tratamento.

Quem deve fazer os exames?

Homens e mulheres acima dos 50 anos.

  • Pessoas com pólipos e seus familiares.
  • Familiares de indivíduos que desenvolveram câncer colorretal ou ginecológico (mama, ovário e útero).
  • Pessoas com colite por muito tempo (colite ulcerativa e doença de Crohn).

Consulte o especialista para maiores detalhes.

Quando iniciar os exames?

A investigação do câncer do intestino deve começar a partir dos 50 anos. Para indivíduos com história familiar de câncer colorretal ou pólipos, a investigação deve se iniciar mais precocemente. A investigação é para todos, inclusive para pessoas que não apresentam sintomas. Converse com seu médico.

 

Quais os exames disponíveis?

Existem vários exames disponíveis para a investigação do câncer de intestino, alguns deles são:

  1. Exame retal digital: avalia a parte inferior do reto, detectando os pólipos e tumores. É rápido e indolor.
  2. Teste do sangue fecal oculto: detecta sangue oculto nas fezes, que pode ter origem em um pequeno pólipo ou câncer. (Um teste positivo de sangue oculto exige uma avaliação endoscópica completa do intestino).
  3. Retosigmoidoscopia: um exame endoscópico no segmento final do intestino (cólon signóide e reto), que pode ser realizado em consultório médico.
  4. Colonoscopia: todo o cólon pode ser visto, os pólipos podem ser removidos e o câncer assintomático detectado. (Para este exame é necessária a preparação do intestino).

O conteúdo deste site visa trazer informações de qualidade a população e não substitui uma consulta médica.